Combonianos Portugal
08/07/2020

Acompanhamento vocacional e vida na comunidade

Desde que a História é História que parece existir um atrito incontornável entre as gerações. De um lado, os jovens não se reconhecem com aquilo que lhes é imposto pela sociedade; por outro, os mais velhos – as autoridades da sociedade – queixam-se dos desleixos e da rebeldia dos mais novos. O incessante questionamento dos jovens, «porque é que tem de ser assim?», contrabalança com o abanar da cabeça dos adultos, enquanto murmuram o habitual «no meu tempo não era nada disto, havia respeito, os mais novos obedeciam aos mais velhos», etc. Seja como for, os que hoje parecem não entender os mais jovens também já foram, outrora, os reclamadores do Estado social. Que quer isto dizer? Que simplesmente se renderam às forças da autoridade social da sua época? Claro que não! Se assim fosse, a sociedade na qual cresceram seria igual à anterior e igual à actual. Ora isso não se verifica. Isto quer apenas dizer que é sempre mais fácil recorrer à resignação do que…

S Susana Vilas Boas
06/07/2020

Campanha contra as armas

Diferentes entidades missionárias italianas, entre elas a revista Nigrizia, editada pelos Missionários Combonianos, relançam no próximo dia 9 de Julho a campanha «Mudemos de alvo! Invistamos na paz, não nas armas». Procura-se, assim, sensibilizar os católicos para que não invistam em organizações financeiras que fazem negócios com empresas armamentistas. Quatro países africanos – Egipto, Argélia, Nigéria e Quénia – compram 58% das armas vendidas por Itália.

R Redacção
03/07/2020

Florestas, biodiversidade e pessoas

As árvores são um investimento inteligente para manter a temperatura do planeta na medida certa, absorver o dióxido de carbono e filtrar a poluição do ar. O relatório The State of the World’s Forests 2020, promovido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), destaca a importância destes ecossistemas para proteger as espécies do planeta. «É preciso agir urgentemente para se proteger a biodiversidade das florestas devido às taxas alarmantes de desmatamento e degradação», alerta a FAO.

R Redacção
01/07/2020

Salvar a Casa Comum

Cumpriram-se, no passado mês de Maio, cinco anos da publicação da encíclica ecológica e social Laudato Si’, um dos textos excepcionais do início do século xxi. No documento, o Papa Francisco traça uma crítica global ao modelo tecnocrático dominante e propõe que a ecologia integral se torne um novo paradigma da justiça, em que o cuidado da Natureza e a preocupação para com os mais frágeis e descartáveis da sociedade sejam inseparáveis. Como tudo está interligado, o cuidado dos ecossistemas é fundamental para promover a dignidade de cada pessoa e o bem comum, e só há progresso autêntico com a garantia de uma inter-relação entre o campo social e o ambiental.

B Bernardino Frutuoso
30/06/2020

Hostilidade à informação

O Escritório do Alto-Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), está alarmado com casos de intimidação e restrições ao trabalho de jornalistas justificadas por medidas tomadas para combater a pandemia. Para a alta-comissária Michelle Bachelet, «a informação é vital e estas medidas são pretexto para censura». O International Press Institute relata 139 casos de alegadas violações aos media desde o início da pandemia.

R Redacção
29/06/2020

Palavra de Deus

Há palavras que podem marcar a vida de uma pessoa para sempre.

F Fernando Domingues
28/06/2020

Desflorestação sem penalização

As multas aplicadas por desflorestação ilegal na Amazónia brasileira estão suspensas desde Outubro, sob um decreto do presidente Jair Bolsonaro, denuncia a organização Human Rights Watch. Os processos administrativos do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis a infractores foram «praticamente todos paralisados», constata Maria Canineu, directora da HRW Brasil.

R Redacção
26/06/2020

Igreja apoia os mais vulneráveis

A Cáritas Internacional afirma que «ninguém deve ser deixado para trás» e nos cinco continentes a instituição está a «intensificar os esforços para aumentar a consciencialização, prevenir e prestar assistência» a todas as pessoas contra a covid-19.

R Redacção
24/06/2020

Descida nos deslocados

A África Subsariana registou oito milhões de novos deslocados em 2019, menos dois milhões do que no ano anterior, segundo o relatório Global Report on Internal Displacement divulgado pelo Internal Displacement Monitoring Centre. Assim, a região passou a acolher 25 por cento dos deslocados internos em todo o mundo. No total, a África Subsariana contava com 3,5 milhões de deslocados internos devido a catástrofes naturais e 4,6 milhões devido a conflitos e violência. A RD Congo é o país do continente com maior número de refugiados dentro do país, quase dois milhões.

R Redacção
22/06/2020

Libertação de crianças

As Nações Unidas denunciam a detenção continuada de crianças palestinas por Israel e exigem que os seus direitos sejam protegidos através da sua libertação imediata para não serem contagiados com a covid-19. «A melhor maneira de defender os direitos das crianças detidas no meio de uma pandemia é libertá-las», afirmam em comunicado o coordenador humanitário para os Territórios Palestinos Ocupados, Jamie McGoldrick, o chefe da Unidade de Direitos Humanos na região, James Heenan, e a representante especial da Unicef para a Palestina, Geneviève Boutin.

R Redacção
21/06/2020

Sugestões musicais

A formosura deste disco começa pelo título: A Beleza Suspensa de Babel. E é de várias suspensões que ele trata: por exemplo, no tema do sonho de Jacob, em que uma jaculatória cantada (com voz masculina) sucede à melodia em modo de refrão levemente contido da voz feminina; da suspensão de uma música – a de Cyrillus Kreek (1889-1962) – até agora pouco ou nada conhecida fora da sua Estónia natal, de onde vêm os Vox Clamantis (já aqui referidos com The Deer’s Cry, de Arvo Pärt). A música de Kreek bebe na tradição popular estoniana, de carácter secular ou religioso (ortodoxo, no caso) e dá predominância à voz (belíssimo, o tema final, que mistura Kreek e Machaut) mesmo se, neste disco, ela é sublinhada pela nyckelharpa e pela cítara estoniana. Paul Griffiths resume: «Uma música contida e resplandecente ao mesmo tempo.»

A António Marujo
20/06/2020

Comissão «Covid-19»

O Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, da Santa Sé, criou uma comissão «Covid-19» que tem por objectivo reflectir sobre questões relacionadas com a pandemia, em áreas como a ecologia e a economia.

R Redacção
18/06/2020

Relações repartidas

O Governo chinês do presidente Xi Jinping afirma que nunca tolerará uma separação de Taiwan do território chinês, quando a presidente do Estado insular da Ásia Oriental, do partido liberal pró-independência DPP, toma posse para o segundo mandato. «Não aceitaremos o uso de “um país, dois sistemas” por parte das autoridades de Pequim», assegura a presidente Tsai Ing-wen.

R Redacção
17/06/2020

Cabo sofrido

Dom Luiz Fernando Lisboa, bispo de Pemba, lançou um dilacerante grito de socorro perante a situação de terror que a província moçambicana de Cabo Delgado vive desde 4 de Outubro de 2017, quando rebeldes muçulmanos fizeram o primeiro ataque na área.

J José Vieira
16/06/2020

Queres viver numa bolha?

Uma sociedade democrática exige que vejamos as coisas, também do ponto de vista do outro, que pode pensar de maneira diferente de nós, mas isso está ameaçado por estarmos cada vez mais fechados sobre as nossas bolhas.

M Miguel Oliveira Panão
16/06/2020

Visitas contidas

O número de turistas internacionais poderá diminuir de 60% a 80% em 2020, devido à pandemia, alerta a Organização Mundial do Turismo. «O turismo foi duramente atingido e milhões de postos de trabalho estão em risco num dos sectores da economia que mais mão-de-obra emprega», afirma Zurab Pololikashvili, secretário-geral da agência das Nações Unidas. A retoma será mais positiva em África, onde a maioria dos especialistas prevê a recuperação ainda em 2020.

R Redacção
14/06/2020

Minoria à deriva

A Amnistia Internacional pede aos governos dos países asiáticos e da Austrália que ajudem barcos com migrantes da minoria muçulmana rohingya de Mianmar, à deriva no golfo de Bengala, recusados por diversos Estados por medo que sejam portadores da covid-19. «Há cerca de 800 refugiados e emigrantes em alto-mar cujas vidas devem ser protegidas por razões humanitárias e responsabilidades internacionais», insta Clare Algar, directora de Investigação da Amnistia Internacional. O alegado genocídio da minoria pelo exército birmanês está a ser julgado no Tribunal Internacional de Justiça (ICJ).

R Redacção
12/06/2020

Campanha de solidariedade com etnias indígenas

Foi lançada no passado dia 18 de Maio a campanha solidária «A Amazónia precisa de você», que tem como objectivo ajudar a população do território amazónico que sofre com a covid-19, com a iniciativa das Pontifícias Obras Missionárias e da Rede Eclesial Pan-Amazónica no Brasil (REPAM-Brasil).

R Redacção
10/06/2020

Tempos e acções

A Assembleia Mundial da Saúde pede uma avaliação imparcial, independente e completa à resposta da Organização Mundial da Saúde à pandemia. O presidente da agência das Nações Unidas, com sede em Genebra, já se comprometeu a «analisar a experiência e as lições, para fazer recomendações no sentido de melhorar a preparação e a resposta à pandemia», assegura Tedros Ghebreyesus (na foto).

R Redacção
09/06/2020

Desafios e alertas à missão hoje

O novo coronavírus ainda anda por aí à solta. Itália – depois da China – foi o país onde a covid-19 mais arrasou primeiro. Do Norte deste país que me acolhe, foram chegando os gritos de um povo a ser contaminado aos milhares e a morrer. As medidas políticas de excepção (expressas no estado de emergência) vieram quando o mal estava espalhado e os hospitais não tinham nem pessoas, nem meios, nem espaço para fazer frente a tal calamidade. O resto da história todos o conhecemos, pois sofremos o suficiente e ainda está para vir o que é preciso enfrentar.

P P. Tony Neves
08/06/2020

Política de risco

A Iniciativa Global contra a Criminalidade Transnacional Organizada (GI-TOC) considera que a mais recente crise na Guiné-Bissau revela que o controlo da economia da droga voltou a fazer parte das contas da elite política e militar do país da África Ocidental. «O controlo sobre a economia da droga parece ser, uma vez mais, parte do cálculo dos principais intervenientes da elite política e militar», refere o documento Breaking the Vicious Cycle, da rede de especialistas em crime organizado.

R Redacção
07/06/2020

‘Atacadistas’ alimentares

Um grupo armado assaltou um armazém humanitário associado ao Programa Mundial para a Alimentação, em Cabo Delgado, no Norte de Moçambique. Os cereais, leguminosas e óleo vegetal saqueados foram distribuídos pela população de Quissanga. Cabo Delgado, região onde avançam projectos de extracção de gás natural, debate-se com ataques de grupos armados que, desde 2017, já provocaram a morte de mais de meio milhar de pessoas. A violência e destruição de infra-estruturas pelos jiadistas, com o objectivo de impor um Estado islâmico, afecta 162 mil pessoas na região.

R Redacção
06/06/2020

«Laudato Si’ Árvores»

Muitos jovens africanos estão empenhados na iniciativa «Laudato Si’ Árvores», que visa plantar pelo menos um milhão de árvores na região do Sahel. O projecto é um contributo para a plantação da Grande Muralha Verde da África, que quer estender-se da costa do Senegal até ao Leste da Etiópia, procurando travar o avanço do deserto do Sara.

R Redacção