Saúde vetada

Saúde vetada

07/09/2020
Redacção

O presidente brasileiro veta o fornecimento de camas de cuidados intensivos, ventiladores e oxigenadores de sangue para os povos indígenas e quilombolas, bem como a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões. Jair Bolsonaro argumenta que as medidas aprovadas pelo Congresso «criariam despesas obrigatórias sem demonstrar o seu impacto orçamental», o que seria inconstitucional.