Abraçar a paz

Abraçar a paz

19/08/2020
Redacção

Os responsáveis do Conselho de Igrejas do Sudão do Sul expressaram num comunicado, no passado dia 20 de Junho, que «estão profundamente tristes pela escalada de violência» em quase todos os Estados do país. Lamentam o «aumento na perda de vidas humanas e a destruição dos bens das populações empobrecidas pelos conflitos». A organização ecuménica convida o Governo a deter os confrontos em curso em várias regiões do país e a abraçar a paz.