Tensão marítima

Tensão marítima

04/06/2020
Redacção

O presidente da Venezuela acusa o líder opositor Juan Guaidó de ter preparado o seu homicídio com os participantes na tentativa de invasão marítima para alegadamente perpetrarem um golpe de Estado no país. «Foi capaz de assinar um contrato para que matem o seu adversário político», denuncia Nicolás Maduro (na foto). Entretanto, petroleiros iranianos enviados para a Venezuela desafiam sanções impostas pelos Estados Unidos.