Criminalizar a mutilação genital feminina

Criminalizar a mutilação genital feminina

02/06/2020
Redacção

O Sudão começou a criminalizar a mutilação genital feminina, uma prática profundamente enraizada no Sudão (nove em cada dez mulheres entre os 15 e os 49 anos foram submetidas a esta intervenção, segundo a Unicef). O projecto de lei foi aprovado pelo Governo no passado 22 de Abril e estipula uma sentença de três anos de prisão para os autores desta prática.