Forçados como Jesus Cristo a fugir

Forçados como Jesus Cristo a fugir

18/08/2020

Com o tema “Forçados como Jesus Cristo a fugir” escolhido pelo Papa Francisco, caminhamos rumo ao 106.º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado (DMMR), que será celebrado no domingo 27 de Setembro de 2020, e tem como inspiração a experiência de Jesus deslocado e refugiado.

O Papa Francisco convida este ano todos os católicos a conhecer mais profundamente a realidade das pessoas deslocadas internamente. «Num mundo onde todos querem ter razão, não há mais espaço para escutar. Fala-se, apenas. Mas é só através da escuta humilde e atenta que nos podemos reconciliar verdadeiramente», sublinha o Santo Padre.

Nesse contexto e em preparação do DMMR, o Vaticano tem divulgado alguns vídeos em que apresenta situações de pessoas e comunidades obrigadas a deslocar-se.

Neste mês, fala-se da situação de Venezuela e apresenta o testemunho de Eric Estrada, originário do município de Táriba, em Táchira. Conta no vídeo que teve de fugir para Caracas, a capital do país, salvar a sua vida. Afirma que entre as razões que o obrigaram a deixar a sua terra estão a escassez de água potável, a falta de gás para uso doméstico, a insegurança, a violência dos grupos armados e a delinquência.

A mensagem de Francisco para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado de 2020 foi publicada em Maio e faz um apelo à humanidade, para que aprenda as lições da pandemia e ajude quem é obrigado a fugir da sua terra.

«Durante semanas neste ano de 2020, reinou o silêncio nas nossas ruas; um silêncio dramático e inquietante, mas que nos deu ocasião para ouvir o clamor dos mais vulneráveis, dos deslocados e do nosso planeta gravemente doente», escreve o papa.