Moçambique: Bispo homenageia «mártires da paz»

Moçambique: Bispo homenageia «mártires da paz»

30/04/2020

O grupo autodominado Estado Islâmico que tem protagonizado ataques em Cabo Delgado, já há dois anos e meio, executou 52 jovens. A Igreja em Cabo Delgado classifica esta operação de massacre, pois os jovens, na sua maioria cristãos, não quiseram engrossar as fileiras dos insurgentes que matam e destroem em Cabo Delgado. 

Segundo as autoridades policiais, as execuções ocorreram no dia 8 de abril, na aldeia de Xitaxi, quando o grupo armado tentava recrutar jovens no distrito de Muidumbe, onde há dias foi sacudido por intensos ataques à bases militares e infra-estruturas diversas.

D. Luiz Fernando Lisboa, bispo de Pemba, em Moçambique, lamentou a tragédia e prestou homenagem a esses jovens. Para o bispo, entrevistado pelo portal de notícias do Vaticano, estes são «verdadeiros mártires pela paz».

O prelado deixou uma mensagem de proximidade e solidariedade às famílias em luto e pede que os católicos tenham presentes nas suas orações os jovens assassinados, maioritariamente cristãos.